Cinemark 3D

Seguindo uma tendência mundial do cinema, a Rede Cinemark tem atualizado seus complexos com salas digitais preparadas para exibir filmes em 3D conforme o padrão internacional dos grandes estúdios de Hollywood. A iniciativa começou no Shopping Eldorado, em São Paulo (SP), que em dezembro de 2006 passou a contar com o primeiro projetor digital instalado no país a seguir os parâmetros internacionais – com resolução acima de 2K. Hoje, a Cinemark possui 237 salas 3D distribuídas em 35 cidades do país. As salas com projetor digital podem exibir filmes em 3D, digital e película, de acordo com a oferta de títulos no mercado. As telas são prateadas – “Silver Screen” – apropriadas para refletir as imagens projetadas digitalmente em 3D. Os óculos especiais, utilizados pela Rede Cinemark e que permitem aos espectadores assistir aos filmes neste formato, são mais modernos em uma versão escura e não mais coloridos em vermelho e azul como antigamente. Essa nova tecnologia permite uma melhor noção de profundidade que a anterior. Trata-se de um novo padrão e de uma evolução que irá diferenciar ainda mais a sala de cinema como uma experiência única no Brasil. O número de produtos cinematográficos criados para este novo padrão vem crescendo e a Cinemark está mais uma vez na liderança, colocando o cinema brasileiro compatível com os mercados mais desenvolvidos. O cinema digital traz para o espectador filmes de alta qualidade, que podem ser formatados em 3D, e dá aos produtores mais oportunidades para usarem a criatividade. Filmes digitalmente masterizados são extremamente realistas e oferecem uma gama de até 35 trilhões de cores. Além disso, vídeos digitais não arranham nem desbotam, eles podem ser vistos a cada nova exibição em toda a sua clareza e nitidez originais.



A Cinemark utiliza um sistema de projeção digital líder no seguimento 3D, o REAL D, que traz a experiência tridimensional da mais alta qualidade aos cinemas do mundo todo. Há décadas, público e profissionais do cinema esperavam uma solução tridimensional para o cinema que realmente fizesse jus à promessa do 3D: uma experiência idêntica ao que nossos olhos veem naturalmente – sem as dores de cabeça, limitações ou complicações que impediram o sucesso do 3D no passado. No sistema de visão humana, cada globo ocular vê uma imagem ligeiramente diferente; o cérebro funde as duas imagens distintas em uma única imagem. Um sistema realístico de 3D digital reproduz o modo como o olho humano cria a noção de profundidade ao exibir imagens separadas para cada olho. O cérebro faz o restante ao fundir a imagem da esquerda e da direita.

You must install Adobe Flash to view this content.